segunda-feira, 12 de junho de 2006



eu só peço um momento
de candura e imensidão
pra acolher os meus medos
e trazer de volta o rio de águas barrentas
que um dia os pés do meu deus banhou

3 comentários:

Claudio Eugenio Luz disse...

Meu caro, retornar dessas águas é uma idéia possivel.

hábraços

tb disse...

Melhor que traga as águas límpidas e transparentes...
Beijos

Luminância disse...

Bom estar aqui e navegar nas águas da tua poesia.

Beijo