quarta-feira, 16 de julho de 2008


rezavam como seus avós um dia rezaram
aprendiam segredos com o rio
e sonhavam alumiar feito pirilampos
pra que das estrelas pudessem trazer
pedaços cadentes de sonhos

imagem de ramon hidalgo

3 comentários:

Adriana Costa disse...

Que belo escrito! Lendo e relendo, saboreando... e com saudades do Pará.
Beijos @>--

Claudio Eugenio Luz disse...

Após um longo recesso, estou retornando; bem, acho que nunca estive fora.

hábraços

Cláudia Magalhães disse...

Que lindo! Lindos poemas!
Lindo blog! Parabéns! Abraços.