sábado, 9 de dezembro de 2006

guadalupe aparicio

com o terço nas mãos
tendo a fé solidificada por setenta e dois anos
de inabalável devoção
aquela senhora orava sobre o corpo do filho
e soluçava e tremia e desesperava-se nas entranhas

sem entender os desígnios de deus.

3 comentários:

m.t. disse...

o tempo é cruel

no peso que sobrepõe aos ombros da velha senhora
nos passos que tira dos pés do jovem
na foto antiga que desbotou
na vela acesa que chora
e no silêncio que reina depois que todos se vão

corre contra a morte,
e quando ela vem, ele se eterniza.

Kalinka disse...

Passei
também oro
e...gosto

deixo um abraço quente numa noite muito fria(cá em Portugal).

Bom domingo.

Lidiane disse...

E quem entende?

Beijos.