quinta-feira, 27 de novembro de 2008

crédula e senil
suas mãos eram preces
que deus algum escutara

Um comentário:

Luiza Bastos disse...

Agonia azeda, ardida. Corrói.